José Roberto Duarte

José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.
Além da atuação educacional, é também colunista e diretor de redação do Jornal A Praça de Iguatu, e comentarista esportivo da Mais FM 106,1.

Sábado, 20 Junho 2009 01:53

Inovação

Em 2010, País vai investir 1,5% do PIB em inovação tecnológica

O Brasil deve chegar a investir 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em ciência, tecnologia e inovação no próximo ano, sendo que o setor empresarial irá representar 0,65% do PIB desta meta. Hoje, essa proporção está em 0,6%. Essa expectativa está baseada na eficácia de duas leis, que ficaram conhecidas como Lei de Inovação (10.973/2004) e Lei do Bem (11.196/2005).

Sábado, 20 Junho 2009 01:45

Vestibular da Urca 2009.1

O Campus Avançado da Universidade Regional do Cariri - Iguatu se prepara para a realização das Provas do Vestibular Processo 2009.2, que acontecerão nos próximos dias 01, 02 e 03 de julho. A instituição divulgou nesta semana a concorrência para o Processo Seletivo, para os cursos sediados em Iguatu:

 URCA - CAMPUS: IGUATU

 

CURSO

TURNO

VAGAS

INSCRITOS

CAND/VAGA

 

Ciências Econômicas

Noite

40

134

3,35

 

Direito

Noite

40

431

10,78

 

Educação Física

Noite

40

221

5,53

 

Enfermagem

M/T

40

266

6,65

O presidente do Campus, professor José Ivo Ferreira de Souza, disse estar satisfeito com o número de inscritos que escolheram o Campus de Iguatu da URCA para se submeterem ao Vestibular. “Dos 5371 inscritos para o Vestibular da URCA, 1052 desejaram concorrer às 160 vagas dos nossos Cursos do Campus de Iguatu. Superamos as concorrências para Educação Física e Ciências Econômicas do Crato e Direito e Enfermagem temos concorrências semelhantes. Isto demonstra a plena consolidação da nossa Unidade Educacional em Iguatu, que credito à gratuidade plenamente estabelecida e ao anúncio auspicioso da construção de nosso campus multiinstitucional da Cidao, que está dando a tônica da preocupação do governador Cid Gomes e do nosso reitor professor Dr. Plácido Cidade Nuvens em possibilitar condições efetivas de ser um vetor qualificado para a transformação da Região Centro-Sul”.
Ressalte-se, ainda, que grande parte teve isenção total ou parcial na taxa de inscrição do Vestibular por ser Doador de Sangue ou Egresso da Escola Pública, possibilitando acesso Universal ao Ensino Superior na Região.
Economia aquecida
Ivo destacou o envolvimento da comunidade acadêmica na realização do vestibular. “Cerca de 200 de nossos alunos concorreram as 30 vagas de fiscais destinadas ao corpo discente. Cada fiscal recebe R$126,00 pelos três dias trabalhados. Ele também acrescentou que o vestibular é momento de incremento na economia, pois cerca de 100 pessoas irão trabalhar no Processo Seletivo somente em Iguatu, recebendo para isso uma gratificação. “Como se costuma ver hotéis, pousadas, restaurantes, lanchonetes, recebem uma demanda superior em suas atividades por causa do vestibular, inclusive os cursinhos. É dinheiro que circula e movimenta a economia local”, declarou.

A Caixa Econômica Federal decidiu conceder até 180 dias de licença-adoção para seus empregados solteiros ou em relação estável homoafetiva. O benefício já havia sido instituído pelo banco em abril deste ano, quando também passou a valer a licença-maternidade e adoção de seis meses para as empregadas do banco. No caso dos homens solteiros ou unidos a companheiros do mesmo sexo, a licença estava limitada a 30 dias. A partir de agora, a ampliação do benefício garante direitos iguais para homens e mulheres que trabalham na instituição.

A licença-adoção para o homem solteiro ou em união homoafetiva terá início na data estabelecida para a guarda com fins de adoção, e terá prazos diferenciados de acordo com a idade da criança. O prazo de 180 dias vale para a adoção de criança com até um ano de idade. No caso de crianças até quatro anos, a licença será de 120 dias e de 75 dias para a idade de quatro a oito anos.

Para o vice-presidente de Gestão de Pessoas da CAIXA, Édilo Ricardo Valadares, a instituição tem assumido posturas pioneiras e vanguardistas, em busca da equidade de gênero e da inclusão. "Isso não só consolida cada vez mais a imagem de empresa socialmente responsável entre o nosso público interno e externo, como também visa o bem-estar e desenvolvimento equilibrado da sociedade brasileira", frisa ele.

Estudo preliminar da Abramet, que traz estatísticas de internações decorrentes de acidentes de trânsito no ano de 2008, também registrou queda na taxa de mortalidade hospitalar e nos gastos governamentais para o atendimento de feridos

Em coletiva de imprensa realizada no dia 18 de junho, a Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego) divulgou dados preliminares do estudo Acidentes de trânsito causando vítimas: o possível reflexo da Lei 11.705 nas internações hospitalares.

Trazendo estatísticas e análises de 2008, ano em que a Lei 11.705 (a Lei Seca) foi regulamentada, a pesquisa revela, entre outros levantamentos, que, no Brasil, houve uma queda de 28,3% nas internações hospitalares no segundo semestre em relação ao primeiro, traçando um declínio de 55.070 internações para 39.464. Estes números se referem somente às internações em decorrência dos acidentes de transporte terrestre (ATT), cuja soma é de 94.534. O trabalho consistiu em analisar os dados nacionais e regionais do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (Sistema Único de Saúde).

Ainda comparando os dois períodos de 2008, outras categorias do estudo também registraram queda. A mortalidade hospitalar decresceu 13,6% depois que a lei passou a vigorar, o que significa que deixaram de morrer 917 pessoas, ou seja, cinco por dia. O custo que o Estado gera para atender os feridos também caiu. O número foi 35,5% menor do que na primeira parte do ano, registrando uma economia de mais de 23 milhões de reais.

Quanto à faixa etária dos internados, houve declínio em todos os períodos, com destaque para as pessoas de 40 a 59 anos e as de 20 a 39, nesta ordem.

A maior queda de internações ocorreu entre os ocupantes de automóvel, principalmente os do sexo masculino. O tempo de permanência no hospital também foi reduzido no segundo semestre de 2008 se comparado ao primeiro. A média por internação caiu de 7,2 para 5,75 dias, o que representa uma redução de 20,1%.

Em relação aos estados brasileiros, a pesquisa diagnosticou redução das internações em 24 unidades federativas, mais o Distrito Federal. Amazonas e Mato Grosso do Sul foram os únicos estados que registraram elevação no número.

O estudo preliminar foi elaborado pelas pesquisadoras do Departamento de Epidemiologia e Estatística da Abramet, Maria Helena P. de Mello Jorge e Maria Sumie Koizumi.

Sexta, 19 Junho 2009 23:19

Não dá pra vacilar. Tem que vacinar

Hoje, sábado, 20, é dia de levar seu filho para a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, conhecida como paralisia infantil. A ação é do Ministério da Saúde, com apoio das secretarias estaduais e municpais de Saúde. Em Iguatu, a meta é vacinar 7.399 crianças até cinco anos idade. A campanha será realizada das 8h às 17h, nos Postos de Saúde dos bairros. Também há doses disponíveis no Centro de Saúde, na Rua 13 de maio, e na Loja Esplanada, na Rua Floriano Peixoto, no Centro. Prove seu amor ao seu filho. Leve-o ao posto de vacinação mãos próximo de sua casa.

Calendário

« Dezembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…