Terça, 24 Julho 2018 12:59

Mapas mentais: dando forma ao pensamento


De maneira simples e objetiva os mapas mentais facilitam os processos de aprendizagem, tornando-se grandes aliados das equipes de trabalho
Imagine uma árvore cujos galhos são, um a um, informações concisas e bem organizadas que o ajudarão a organizar uma ideia complexa (com todas as suas ramificações). Parece interessante, não?
Esta introdução nada mais é do que uma exemplificação literária para o conceito de "mapa mental". A invenção do psicólogo inglês Tony Buzan é uma espécie de diagrama capaz de conectar dados difusos e fragmentados em torno de um tema central para facilitar a gestão do capital intelectual e por consequência a solução de problemas, memorização e estimulação de insights.
“Essa abordagem é ideal para qualquer atividade que envolva o pensamento, contemplação, memória, cognição e criação. Trata-se de uma ferramenta que externa os acontecimentos que encontram-se dentro da mente”, diz Buzan a respeito de sua criação, que surgiu a partir da observação de que as anotações em cadernos não davam conta de toda a complexidade de determinadas ideias e projetos. Ou seja, o diferencial dos mapas mentais está em se basear no funcionamento do cérebro e também na quebra da linearidade.

Publicado em Notícias

Calendário

« Dezembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…