Sexta, 03 Agosto 2018 22:21

Autossabotagem: saiba como lidar com pensamentos negativos Destaque

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)


(Foto: reprodução da Internet / Profimedia)

Quem nunca teve um sentimento negativo, aquele pensamento de não ser capaz de realizar algo, aquele medo de arriscar? Segundo a orientadora e psicóloga transpessoal Wanessa Moreira, isso pode acontecer em alguns momentos do cotidiano do ser humano, mas, quando ocorre com certa frequência, pode ser o sinal da ‘autossabotagem’ agindo na pessoa - uma combinação de sentimentos, pensamentos e ações autodestrutivas.
Quando a autossabotagem ocorre, segundo a profissional, a pessoa tem que estar pronta para lidar com isso, ou mesmo saber a hora de procurar um profissional para ajudar a resolver esse problema, quando a situação ficar difícil, a ponto de atrapalhar a vida social e familiar.


“Nos dias de hoje, temos muito conteúdo, ensinamentos e recursos digitais que nos ensinam a driblar a autossabotagem! E por que será que continuamos a viver isso por diversas vezes em nossas vidas?”, indaga a orientadora pessoal Wanessa Moreira, que também é Master Mentoring em Coaching Corpo e Mente.
Segundo a especialista, vários fatores estão relacionados com esse processo. “Você realmente sabe o que quer para você? O fato de estar desempenhando tarefas e funções que não fazem sentido, e que estão distantes de ser o que você realmente quer para a sua vida, pode trazer esse desânimo e a não realização do seu melhor, deixando você em segundo plano”, explica Wanessa.
Ainda, segundo a psicóloga transpessoal, outro ponto para ser olhado é: o quanto você acredita em sua capacidade? “Caso você não tenha segurança do que pode realizar, seja por perfeccionismo ou por não se sentir pronto, você pode tirar essa realização de você mesmo, se distraindo ao olhar para outras pessoas, ajudando elas a viverem a vida delas e esquecendo de você mesmo, e de fazer por você, e isso não é bom”, argumenta a profissional.
Porém, a especialista explica que é importante também ser grato por tudo aquilo que incomoda e tira a atenção, a tudo aquilo que não deu certo, pois: “quando você consegue ser grato ao que te traz incômodo, você libera espaço dentro de você para desenvolver novos caminhos, para a vida te trazer novos movimentos e oportunidades”, pondera.
Para a finalizar, Wanessa indica algumas reflexões, que contribuem para barrar a autossabotagem. “Observe no seu cotidiano o que te impede de se desenvolver, o porquê você se abandona e deixa de entregar o seu melhor, e ainda, o que você está esperando que aconteça para mudar tudo isso!”, orienta a especialista.

Paulo Sanseverino
Assessoria de Imprensa
(11) 99669-7732

Ler 93 vezes
José Roberto Duarte

José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.
Além da atuação educacional, é também colunista e diretor de redação do Jornal A Praça de Iguatu, e comentarista esportivo da Mais FM 106,1.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Calendário

« Setembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…