Candidatos devem concentrar esforços em trabalhar soluções de problemas e treinar habilidades de escrita para construir texto com calma e sem contradições; 1° prova acontece em 4 de novembro
Na virada do segundo semestre, quando o Exame Nacional do Ensino (Enem) começa a se aproximar, estudantes de todo do Brasil dão início a uma jornada de palpites sobre possíveis temas a serem trabalhados na redação da prova. Assuntos da atualidade, discussões que estiveram nas capas dos jornais, novas leis e acontecimentos marcantes, entram na lista de sugestões. Conhecido por propor temas de impacto social, em 2017 o Exame sugeriu que os estudantes refletissem sobre o “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil".
Para a coordenadora do curso de Letras do Centro Universitário Internacional Uninter e orientadora do Pré-Enem Uninter, Paula Reis, apesar da óbvia importância de trazer à tona a discussão sobre inclusão de surdos na sociedade, o assunto pegou diversos candidatos de surpresa devido à falta de preparação para pensar em soluções. “Não foi o tema que os surpreendeu, mas, sim, o fato de não estarem ainda habituados a refletir sobre o que os rodeia”, acredita.


Abuso da droga lícita acompanha muitos comportamentos de risco
Apagão de memória, acidentes ao volante, coma alcoólico e até mesmo abuso sexual. Essas são riscos do uso exagerado do álcool, substância cada vez mais presente na vida dos universitários, de acordo com Ana Regina Noto, professora-doutora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde e Uso de Substâncias (Nepsis).

Com a sanção do Presidente Michel Temer e sua publicação da Lei nº 13.709, conhecida como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (“LGPD”) cria-se um marco legal sobre a captação, armazenamento e tratamento e uso de dados pessoais. Esta Lei, além de dispor sobre a proteção de dados pessoais, também altera alguns dispositivos da Lei do Marco Civil da Internet, nesta última, apenas para adequar seu teor à nova Lei.
A Lei foi sancionada com alguns vetos, tendo destaque o veto aos dispositivos que tratavam sobre a criação de um órgão regulador, denominado Agência Nacional de Proteção de Dados (ANPD), que seria responsável por garantir a aplicação da LGPD.
A justificativa para este veto deu-se em razão de um “vício de iniciativa”, isto é, o Projeto foi proposto por uma entidade que não possui competência para sua elaboração, ou seja pelo Congresso, quando deveria ter sido proposto pelo Poder Executivo, ocasionado uma inconstitucionalidade.
Outro ponto vetado foi quanto à aplicação de sanção de suspensão parcial ou total das atividades da empresa que não respeitasse o disposto em lei, em razão de possível insegurança aos responsáveis pelas informações.
Merece destaque, porém foi pouco abordado, é a obrigatoriedade das empresas que utilizam os dados pessoais terem um encarregado (responsável) pela proteção desses dados.

Sexta, 24 Agosto 2018 22:14

Um bom homem bom

Escrito por

Iguatu perdeu na quinta-feira, 16, o intelectual, escritor, pesquisador, músico, atleta (goleiro), professor, pai, esposo, filho, irmão, filósofo, amigo Frank Wagner Alves de Carvalho que nos deixou com apenas 49 anos de idade. Impossível não se comover. Wagner ocupou desde a fundação do A Praça, em 2001, as páginas com sua coluna Cotidiano. Seu último texto “Sobre a natureza da matéria” foi publicado no dia 07 de julho desse ano. Mesmo com a saúde debilitada, cumpria com denodo o envio semanal de seu pensamento sobre diversos assuntos. Sua coluna começava com “Caros(as) leitores(as)”; e se despedia com “Fiquem com Deus! Ótimo final de semana!”. Wagner sempre foi um entusiasta do A Praça. Morando em Sousa-PB desde 2011, a distância não diminuiu o seu interesse e compromisso com o jornal. Ainda que seu legado pela passagem neste mundo nos conforte, a sua ausência abre uma lacuna infinita visto que não mais desfrutaremos de sua gentileza, generosidade, otimismo, bom-humor, fé, notável e admirável inteligência. Rogamos ao nosso misericordioso Deus que o receba e conforte amigos e familiares neste momento de dor e de saudade. Agora nos restam lembranças de quem foi em vida um bom homem bom.

Sexta, 24 Agosto 2018 22:08

Tubform está de volta

Escrito por


A notícia é animadora. O empresário Edvane Matias anunciou o retorno das atividades da indústria de móveis Tubform. Responsável pela popularização de móveis tubulares, a Tubform, genuinamente iguatuense, no auge de sua produção gerou emprego, renda e riquezas para o município. Depois de enfrentar dificuldades financeiras em razão de investimentos equivocados e da crise econômica do País, a indústria voltou a operar, está contratando e deve fechar setembro com 100 funcionários. O empresário diz que aprendeu com os erros e que agora tem motivação para recuperar a credibilidade dos colaboradores e dos consumidores. Nossa torcida é que o grupo Tubform recupere o fôlego para continuar beneficiando trabalhadores e trabalhadoras que tanto precisam de emprego e renda, além de gerar divisas para a combalida economia local e regional.

A COMISSÃO EXECUTIVA DO VESTIBULAR DA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI – URCA divulgou neste dia 3 o resultado do Processo Seletivo Unificado 2018.2 – URCA, para ingresso nos cursos de Graduação, com funcionamento nos municípios de Crato, Campos Sales, Iguatu, Juazeiro do Norte e Missão Velha, Estado do Ceará.  A MATRÍCULA dos CLASSIFICADOS será efetuada pelo Departamento de Ensino e Graduação — DEG, em DATA, LOCAL E HORÁRIO a serem divulgados através de Ordem de Serviço, expedida pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação – PROGRAD/URCA.

CONFIRA AQUI  LISTA DOS CLASSIFICADOS

CONFIRA AQUI A LISTA DOS CLASSIFICÁVEIS

Calendário

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…

Parceiros