José Roberto Duarte

José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.
Além da atuação educacional, é também colunista e diretor de redação do Jornal A Praça de Iguatu, e apresentador dos programas Mais Gospel e Mais Debates, aos sábados, na rádio Mais FM 106,1.

Sábado, 26 Agosto 2017 01:20


As inscrições para o vestibular da Universidade de São Paulo (USP) de 2018 já estão abertas e vão até o dia 11 de setembro. A inscrição deve ser feita no site da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), que organiza o concurso. A taxa é de R$ 170, que deve ser paga até o dia 12 de setembro.
Na inscrição, o candidato deve indicar apenas uma carreira e os cursos desejados da carreira, em ordem decrescente de preferência. Assim, deve indicar, em primeiro lugar, o curso que mais deseja, até o máximo de quatro cursos. Se a carreira tiver um único curso, deve indicar somente esse curso.
A prova irá selecionar alunos para 8.402 vagas disponibilizadas pela USP, sendo 3.416 na área de humanidades, 3.026 em ciências exatas e 1.960 em ciências biológicas. Serão reservadas 37% das vagas de cada unidade da USP para estudantes que tenha cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. Nessa reserva, incidirá o percentual para candidatos egressos da rede pública de ensino autodeclarados pretos, pardos e indígenas.
A USP também disponibiliza 2.745 vagas para alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e participarem do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Estudantes que cursaram ou estejam cursando o ensino médio em escolas da rede pública poderão ganhar acréscimo na nota da prova da 1ª fase, para efeito de progressão à 2ª fase do vestibular, e na nota final de classificação.

Sábado, 19 Agosto 2017 02:58

Levantamento na plataforma Matific com quase 36 mil estudantes brasileiros revela que 41,1% dos estudantes da educação privada também estão com desempenho ruim na disciplina

A dificuldade no aprendizado da matemática afeta mais da metade dos alunos da rede pública de ensino no Brasil, desde a educação infantil até o sexto ano. Segundo levantamento inédito na plataforma Matific com quase 36 mil estudantes, 58,6%% dos discentes matriculados no ensino fundamental estão abaixo da média na disciplina. O estudo foi feito com base no desempenho dos alunos dentro da plataforma Matific, sistema de jogos matemáticos utilizado por cerca de 100 mil estudantes brasileiros, de 250 colégios públicos e privados em todo o País.

A pesquisa considerou o volume de erros e acertos apresentados nos primeiros seis meses pelos alunos de 4 a 11 anos nos exercícios digitais aplicados em salas de aula, de janeiro a julho de 2017. A plataforma conta com 1,6 mil jogos educacionais de matemática e possui uma média de 50 mil jogos executados por dia nos colégios brasileiros. Já nos colégios particulares, o desempenho dos alunos não diferente muito do verificado na rede pública. O levantamento mostra que 41,1% dos estudantes também apresentam desempenho abaixo da média em matemática.

Por outro lado, quase 14% dos alunos da rede particular tiveram desempenho máximo, com quase 100% de acerto nos exercícios propostos. E, nos colégios públicos, a nota máxima foi obtida por cerca de 8% dos estudantes.

Sábado, 19 Agosto 2017 02:53

Para garantir oportunidade aos que ainda não puderam se inscrever, o Ministério da Educação prorrogou até a próxima terça-feira, 22, o prazo de candidatura ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) – Oferta Voluntária. São oferecidas mais de 500 mil vagas gratuitas, tanto presenciais, quanto a distância, em cursos de formação inicial e continuada e cursos técnicos. As inscrições devem ser feitas pela internet, na página do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica.

Podem concorrer às vagas do Pronatec todos os cidadãos brasileiros com mais de 15 anos. Do total de vagas ofertadas, 570 são para cursos de qualificação profissional, sendo 190 presenciais. Há 1.412 vagas para cursos técnicos, todas presenciais. As aulas terão início em 28 de agosto e os cursos terão duração mínima de 160 horas, sendo oferecidos por instituições privadas de educação profissional e tecnológica, de forma voluntária.

Sábado, 19 Agosto 2017 02:50

Edwirges Nogueira - Correspondente da Agência Brasil

Ausência de atividades educativas e a prática reiterada de tortura continuam fazendo parte da realidade do sistema socioeducativo do Ceará. A constatação é da equipe do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), que fez uma missão no estado durante ontem (17) e hoje (18). Os conselheiros visitaram os quatro centros educacionais que são objeto de medidas cautelares expedidas em 2015 pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que exigem que o Estado brasileiro proteja a vida e a integridade de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas de privação de liberdade.

Entre os relatos colhidos dos internos estão o uso abusivo de algemas, como no caso de adolescentes que foram obrigados a dormir algemados às grades dos dormitórios, o que, segundo o conselho, configura tortura.

"Não temos condições de dizer se novas diretrizes vão mudar a pedagogia vigente, que é punitiva. Captamos das conversas com os adolescentes essa antipedagogia, que pune e castiga por cometer infrações", disse o presidente do conselho, Darci Frigo.

Sábado, 19 Agosto 2017 00:05

FOTO: Pedro França/Agência Senado

O abuso contra crianças e adolescentes por meio da internet foi o tema dominante da primeira audiência pública da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos, nesta quinta-feira (17). Especialistas apresentaram números que indicam o aumento dos riscos para os jovens com acesso a redes, como o racismo, o bullying e a exposição a conteúdos sexuais, que envolvem drogas ou estimulam automutilação e suicídio.

O presidente da CPI, Magno Malta (PR-ES), ressaltou que o objetivo da comissão não é apenas fazer propostas, e sim obter alterações na legislação que ajudem a coibir todo tipo de maus-tratos contra os jovens. — Precisamos encerrar a CPI com legislação aprovada, com decisões concretas. Em 2008, na CPI da Pedofilia, demos ao Brasil uma nova lei com 90 dias de comissão — disse Malta, referindo-se à Lei 11.829/08, que coíbe a disseminação de pornografia infantil.

Sites invisíveis

Calendário

« Dezembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…

Parceiros